BIG WALL 500 Encerra o Ano no Morro do Anhangava com quase 10.000 metros Escalados!

   


              Morro do Anhangava - Imagem de Marcelo Bonier

   Na sua segunda edição, ao contrário do ano passado em que tivemos somente o trio Jefferson Bellenda, Estala Yamamoto e Bruno Lespinasse aceitando e concluindo o desafio de escalarem 500 metros de rocha em diversas vias no Morro do Anhangava, neste ano tivemos 58 escaladores inscritos em 29 cordadas das quais 24 escalaram entre os dias 06 e 21 de Dezembro.


Bruno, Jefferson e Estela - Big 500 Dez 2013!

   A missão compensatória do Grupo foi o transporte de pranchões para recuperação de erosões em trilhas e bases, as pranchas foram doadas pela Orpec Engenharia e levadas pelo Fabio Szezesniak até a base da trilha e os escaladores com ajuda de apoiadores carregaram todas Montanha acima num só dia, fechando assim seus compromissos para com a Montanha.


   Aos escaladores inscritos foram fornecidas a lista com aproximadamente 1500 metros de vias com no máximo sexto grau de dificuldade, elas foram inventariadas pelos escaladores do BIG 1000 no mes de Maio deste ano, conquistado por Flora Kesselring (Flora) e Thomás Alexandre Kampf (Tomi) e serviram para o planejamento e estratégico das cordadas que objetivavam escalar 500 metros em até 12 horas.
Flora no BIG 1000-2014 - Foto Thomas A. Kampf (Tomi)

  Surprendentemente no primeiro dia a dupla Edemilson Padilha (Ed) e Valdesir Machado (Val) iniciaram suas escaladas por primeiro no dia e concluiram 502 Metros Escalados em 3:30 hs, tres horas e meia. Outras cordadas também atingiram os 500 metros e duas delas acabaram repetindo a tentativa e fechando a missão com louvor, no caso Cesar Navarro e Doulgas Hemi (Japa) que na segunda tentativa atingiram 577 metros em 10:12 hs e Flora Kesselring Zugaib e Luan Krug que haviam escalado 499 metros em 5 horas, voltaram la e fizeram 502 metros em 4:05 horas, provando que a determinação destes e outros escaladores que participaram do BIG 500 -2014 foi muito além da necessidade de competir e comprovou que escalar é uma atividade única e exclusiva a quem pratica e exige das duplas um comprometimento pessoal muito grande.
Valdesir Machado (Val) e Edemilson Padilha




   Dando continuidade para a política de custo e lucro zero, contamos apenas com as ferramentas digitais das redes sociais para organizar e conduzir o BIG 500, idealizado em 2013 junto com o Programa Na Mochila, neste ano contamos com o apoio da FEPAM, empresas especializadas em Montanhismo e pessoas que acreditam nesta idéia e pudemos contemplar os participantes com algumas cortesias fornecidas pela Loja Campo Base, Academia Caverna, Alto Estilo Equipamentos, Quatro Ventos Equipamentos, Tom & Ana, Restaurante Dona Natália, Way Beer, Academia Campo Base, Santuário Equipamentos, Sapo Agarras, Knek Canecas Personalizadas, MundoPira, Anhangava Beer, Conquista Equipamentos, Companhia da Escalada e Pizzaria Calabouço que contribuiram conosco e somos gratos.

   Os prêmios por direito seria destinados 100% a Primeira Dupla que concluisse e aquela que fizesse em menos tempo, no caso Ed e Val, porém a dupla abriu mão de parte dos seus prêmios para que fossem sorteados entre todos os participantes, a exemplo do que ocorreu no Big 1000 com Tomi e Flora, entrando aqui mais um princípio do Montanhismo, o Companheirismo pela grande atitude. Ao mesmo tempo em que instituimos o prêmio Anjo da Guarda destinado aquele que amparou companheiros em dificuldades e apoiou seus amigos para que atingissem a meta dos 500 metros, neste ano conquistado pelo Escalador Paulo Mengue a quem também somos gratos.

        Paulo Mengue - Anjo da Guarda no BIG 500 2014!

   Pessoalmente pude provar o Big 500 e poder ter o entendimento do porquê nem todas as cordadas atingiram ou chegaram próximos sem concluir a meta, somos cotidianamente encapsulados em compromissos sociais que nos restringem o tempo, não temos como mandar no clima para que não chova, nossos corpos são feitos de carne e osso e frágeis diante da natureza, imprevistos acontecem, a corda trava, voce ou seu companheiro caem, o carro quebra e ai minha gente, foi-se a escalada, não por questão de incompetência, mas por ironia do destino.

Eles estão sempre por lá na expectativa...

* Mais informações sobre o BIG 500-2014 entre no Grupo: https://www.facebook.com/groups/1444470815795020/?fref=ts

  Ficamos aqui com muitas novidades para 2015 sobre o qual desejamos Sorte, Felicidade, Alegria, Amor, Paz e muita Força para apertarem bem as agarras em novas ascensões.


Eu e Gláucio Schownka no rapel da principiantes - Foto Dennis Julian!


Julio Nogueira

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

BIG 500 2016 - Mais de 6000 metros em Rocha Escalados em 60 Dias no Morro do Anhangava!

Ao contrário do que muitos pensam, as crianças vão poder Pedalar, Caminhar e Escalar neste final de semana, mas tem que chegar BEM CEDO no Anhangava para aproveitar!

Melhores Fotos de Esporte Aventura e Obras de Arte NO MORRO DO ANHANGAVA!