Paraglider & Voo Livre Livre Paranaense – Quem fez e de quem pouco se fala...O PAI DO PARAGLIDER NO PARANÁ.

Paraglider & Voo Livre Livre Paranaense – Quem fez e de quem pouco se fala...

 
O PAI DO PARAGLIDER NO PARANA!
 
   Hoje em dia temos centenas de voadores no estado do Paraná, mas nem sempre isso foi assim. No início da década de 90 o numero de pilotos não passava de uma dúzia, todos alucinados pelo novo esporte, mas só havia um instrutor capacitado.

  Companheiro de montanha nas decadas de 70 e 80 onde também deu sua contribução evolutiva, passou a se dedicar ao voo livre montando uma escola estruturada e avançada para aquela época, tendo voado na Europa e em diversos lugares do Brasil, foi um dos primeiros instrutores a ser reconhecido pela SOL Paraglider's (Na época tinha outro nome) e formou bons pilotos, alguns dos quais voam até hoje e não esquecem do mestre.
   De quem eu falo? tai:
 
 
 
   LUCIO FLÁVIO DE ALMEIDA

 
   O Lucio é sem dúvida o primeiro percursor do voo de Paraglider no Paraná, assim como eu, muitos pilotos que conhecem o esporte a mais de 20 anos teve o prazer de ser instruido por ele. Hoje Lucio mora fora do Brasil, mas tenho certeza que continua de olho no acontece com o voo livre Brasileiro.
   Agradecemos sua contribuição ao esporte e esperamos sua visita no Morro do Anhangava um dia e quem sabe com uma vela nas costas.
 
JN.


Comentários

  1. Julinho, só quem foi seu amigo sabe da grandeza de seu coracao. Amigo de fé e camarada... Obrigado pela lembranca, realmente fiquei comovido com o que voce escreveu e pode ter certeza. Amigos de montanha sao para sempre e o dia que voce passar por aqui, vai ser o maior prazer recebe-lo em minha casa. Um grande e forte abraco, bons voos e aventuras, Lucio

    ResponderExcluir
  2. Comovido fiquei eu com a sua resposta mestre, afinal só tenho tentado retratar a verdade (oculta), sobre o passado. O convite é recíproco. Abraços.

    ResponderExcluir
  3. Caro Nogueira, acho que você não vai lembrar de mim. Você esteve aqui em Maringá me apresentando os equipamentos da Trimble. Mas conheço Lucio la pelo ano de 1993/1994. Ele este algumas vezes aqui comigo em Maringá e Terra Rica no inicio do voo de Parapente no PR. Lembro que comprei vários equipamentos com ele da antiga FUN GLIDER. Depois de alguns anos acabei abandonando o voo por falta de companhia e perdi o contato com ele. Agora a uns 4 anos voltei a voar e frequentar os campeonatos, e quase ninguém sabe da verdadeiro inicio do voo de Parapente no PR. Fica o agradecimento a sua iniciativa de lembrar da Paranorte e do amigo Lucio. Grande Abraço Eduardo.

    ResponderExcluir
  4. Oi Rosseto, para ser sincero não lembro da sua fisionomia, mas recordo da situação, demontrando GPS. Legal que voce tenha voltado para o voo e também recordado do Lucio Flávio, afinal conhecer a história faz parte também. Quando quizer encarar um "Paramontanhismo" levinho, vem pro Anhangava. Abraços

    ResponderExcluir
  5. Ok Nogueira quando tiver chance vou aparecer. Mande um abraço meu e do Dorival quando falar com o Lucio, que ele deve se lembrar.
    Abraço Eduardo

    ResponderExcluir
  6. Muito bem lembrado. Testemunhei esses primórdios do parapente, lá pelos meus 13 anos, com meu pai que aprendeu a voar com ele. Essa época com certeza tinha uma áurea especial. Hoje quando eventualmente encontro alguém que diz que voa, pergunto sobre o Lúcio, e pessoal do movimento inicial, e muitas vezes a resposta é: ‘hum?!’ e eu fico ‘ahhh, que sem graça...’ ou como dizia o Lúcio 'meleca!' ;).
    Ele transmitia uma paixão pelo voo que era contagiante. Lembro do pessoal brincando que ele com certeza tinha sido um pássaro em outra encarnação.
    Taí alguem fácil de lembrar com carinho.
    Abraço ao Lúcio e todos dessa época.
    Dani Letícia

    ResponderExcluir
  7. Legal Julio esta tua homenagem ao nosso sempre querido Lucio. Realmente ele é o pai do Paraglider no Paraná e tenho o privilégio de ser um de seus alunos junto com meu filho Alexandre e minha filha Daniele que deu seu depoimento acima.
    Formei com 39 anos e hoje tenho 58. Saudades da época dos amigos e principalmente do Lucio de quem espero ter mais noticias em breve. Abraço a todos da nova e da velha guarda do Võo Livre.
    Carlos Alberto Baptista

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Seus comentários sempre serão bem vindos!

Postagens mais visitadas deste blog

BIG 500 2016 - Mais de 6000 metros em Rocha Escalados em 60 Dias no Morro do Anhangava!

Ao contrário do que muitos pensam, as crianças vão poder Pedalar, Caminhar e Escalar neste final de semana, mas tem que chegar BEM CEDO no Anhangava para aproveitar!

VEM AI BIG 1000 BRASIL 2017 - Apoio da CBME (Confederação Brasileira de Montanhismo e Escalada) e Federações Estaduais!